FLIM 2019 | ENTRE RIMAS E PROSAS


O sábado na FLIM será repleto de atividades conectadas ao universo da arte urbana.

SÁBADO 14 DE SETEMBRO


OFICINA
FANZINE COM THAYLLA BARROS – COLETIVO TRILUNA
14/09 | 10h às 11h | QUIOSQUE ALFREDO GALVÃO
Vagas limitadas por ordem de chegada. 

A ilustradora e arte educadora Thaylla Barros, vulgo Blaqueen, traz como proposta um encontro de criação de zine. Fanzine ou zine é até hoje um caminho muito utilizado pelos artistas independentes que queiram difundir suas ideias, e passar adiante de forma prática e acessível suas criações. Serão apresentados trabalhos de artistas da região como referência, serão abordados dois formatos de zine (dobras) e por fim, um memento livre para criação das mesmas.

Thaylla Barros aka Blaqueen  é mulher, negra e nordestina natural de Montes Altos do Maranhão é artista visual, artista urbana afrocentrada e arte eduadora, integrante do Coletivo Triluna e do Grupo de Jongo Mistura da Raça onde atua no fomento da arte e cultura em São José dos Campos, cidade onde cresceu.  

Sobre o Coletivo Triluna
Nasceu da necessidade de espaço para as mulheres dentro dos movimentos urbanos e culturais. Atualmente o coletivo é formado por 7 mulheres que fomentam e atuam na cena do Hip Hop no Vale do Paraíba, por meio de produção de eventos, arte educação, vivências culturais, e ações onde a ideia é sempre criar um espaço que permita o aprendizado e o compartilhar de experiências. 


OFICINA
RAP “RITMO E POESIA” COM MEIRE D’ORIGEM – COLETIVO TRILUNA
14/09 | 11h às 12h | QUIOSQUE ALFREDO GALVÃO
Vagas limitadas por ordem de chegada. 

Meire D’Origem, Mestra de Cerimônia, Militante no Movimento Cultural Hip Hop desde 2001, aborda nesta oficina os 5 pilares da Cultura Hip Hop e iniciação ao funk, trap, trip hop, onde os participantes serão submetidos ao desenvolvimento da expressão, jogo de palavras, rimas e criação de uma música.

Meire Queiroz aka Meire D'Origem é Mãe, arte educadora, Mestra de Cerimônia desde 2001, hoje aos 33 anos, a joseensse integra o Grupo de Rap D'origem primeiro grupo feminino do Vale a lançar CD e vídeo clipe, integrante da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop e do Coletivo de Mulheres Triluna idealizador da Batalha de Rimas "Na Caneta ou no Batom" primeira batalha de rimas feminina do Vale. Desenvolveu ao lado do Triluna e da Maxado de 2018 a 2019 o Projeto "Manobra da Massa" que tem como objetivo fomentar arte e cultura na cidade de SJC. Já esteve presente em grandes eventos como a Virada Cultural Joseense, Virada Cultural Paulista, mês do Hip Hop e em tours que possibilitaram conhecer e difundir sua arte em outras cidades e estados do Brasil. 
Foto: Jéssica Guedes

BATALHA DE RIMAS
APRESENTAÇÃO RDO E ÉRICON
14/09 | 14h às 16h | PAVILHÃO CENTRAL

O Pavilhão Central será palco de uma grande batalha na FLIM 2019, um duelo emocionante de MC’s onde o conhecimento será o tema central para essa disputa! As batalhas de rimas chegaram ao Brasil na década de 90 juntamente com o “Hip Hop” mas foram as cidade do Rio de Janeiro e São Paulo uma das percursoras na expansão da cultura de rinha de freestyle, que por sua vez influenciaram grandes nomes como Criolo, Emicida entre outros.

O Pavilhão de Rimas é uma batalha de rimas, um duelo entre MCs organizado por Rodrigo Lopes - Rdo e Eric Guimarães – Éricon e neste ano foi convidado este ano pelo CPBMC ( Circuito Paulista de Batalhas de MC) para sediar o Regional 08, que é a etapa regional do Vale do Paraíba e Litoral Norte para classificar MC's para a Batalha de MC Paulista do ano 2019, onde o campeão se classifica para a etapa Regional junto à MC's de MG, ES e RJ em busca do Duelo Nacional de MC que acontece em Belo Horizonte.

Rodrigo Lopes aka Rdo
Nascido em SJC,  hoje aos 27 anos é morador do bairro Campo dos Alemães e trabalha como Técnico Eletrônico. A partir da amizade com Edmilson Santos, o Nescau - idealizador da Batalha do Half, uniram-se para desenvolver ações que inspirassem os moradores da região através da rima e boa música. O sucesso não demorou chegar, a Batalha do Half - Pavilhão de Rimas comemora mais de 150 edições realizadas pela cidade em 6 anos de projeto e atualmente conta com o apoio da Secretaria da Juventude .

Eric Guimarães aka Éricon
Nascido em Guararema, veio para SJC quando jovem. Rapper e produtor musical, busca despertar a consciência através de suas letras com sabedoria e sagacidade. Se consagrou campeão das edições da Batalha do Half e hoje além da amizade construída ao longo das batalhas é personagem importante na organização do projeto Pavilhão de Rimas.  

SLAM NA FLIM
APRESENTAÇÃO YASMIN AMARAL COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE NELSON MACA 
14/09 | 17h30 às 18h30 | PAVILHÃO CENTRAL

Cada vez mais popular no Brasil, o Slam chega à 6ª edição da FLIM !
Yasmin Amaral apresenta o Slam na FLIM e conta com a participação especial de Nelson Maca, um convite aos slammers (poetas) de toda a cidade. No slam os slammers leem ou recitam uma poesia de autoria própria e suas performances são escolhidas espontaneamente entre o público levando em consideração principalmente dois critérios: a poesia e a desempenho. Resumindo, o slam é o "esporte" da poesia falada.

Yasmin Amaral é artista, poeta, arte educadora, produtora dos movimentos culturais: Sarau das Mona, Slam da Margem e De Quebra. Começou sua jornada artística aos 13 anos, promovendo eventos e instalações de arte dentro de sua escola.Atualmente, a artista participa de projetos dentro de escolas, movimenta as ruas de sua cidade e por consequência, de outras cidades e regiões. 

Nelson Maca é professor de Literatura, mora em Salvador desde 1989. É fundador do Coletivo Blackitude, que realiza o Sarau Bem Black e o Slam Lonan. Coordenou o sarau infantil Sarau Bem Legal durante cinco anos e meio na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, em Salvador. Há mais de 30 anos promove e participa de eventos da negritude - seminários, workshops, cursos, shows. 

SARAU
TU ÉS A PRÓPRIA FESTA  
APRESENTAÇÃO DE MIRIAN CRIS COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE GOG, MC BARBA NEGRA E POETAS DA CIDADE
14/09 | 18h30 às 19h45 | PAVILHÃO CENTRAL
Intervenção de Live Paint com Mr. Fred

Um encontro festivo da literatura, com a apresentação da violeira Mirian Cris e participação do rapper GOG, do jornalista e pesquisador musical MC Barba Negra, e de poetas da cidade. O sarau contará com uma intervenção de pintura ao vivo com o artista plástico urbano Mr. Fred. 

Mirian Cris é  especialista em  Cultura Popular Brasileira, funcionária da FCCR desde 1996. Fabricante de instrumentos musicais – tambores, violas caipiras e rabecas. Violeira, integrou da Orquestra de Viola Caipira de S.J.C. de 1997 a 2005. Escritora de contos, poemas, com 5 livros publicados. 

GOG é  um dos pioneiros do movimento de rap em Brasília, uma referência do hip hop nacional. 

 MC Ralph aka Barba Negra é rapper, jornalista, pesquisador musical, amante do vinil e beatmaker. É conhecido pela arte do Freestyle (repente do rap) e é campeão da batalha de MCs do prêmio Hutuz (maior premiação de RAP no país). Militante do movimento Hip Hop no Vale do Paraíba-SP; busca preservar esta cultura, quebrando preconceitos e mostrando sempre um trabalho inovador.  

Mr. Fred - Nasceu em SJC  em 1985. Sua paixão pela música, pela dança, pelo som e principalmente pela arte, fez que ele desde sua adolescência já trilhasse pelos caminhos do graffiti. Mr Fred é reconhecido internacionalmente em diversos países, tendo participado de grandes eventos de renome e que marcaram a história do Graffiti, como por exemplo, o ‘Muro por Lapaz’, evento que foi reconhecido pelo Guines Book, em 2009, e também o ‘Meeting of Styles’ no Peru, entre tantos outros. Com mais de 300 telas produzidas, Mr. Fred realizou centenas de exposições por todo país. Em 2019, o artista completa 21 anos de carreira.